O robô que se parece com um saco de lixo pode entender o que é um abraço

Robôs suaves com “pele” translúcida podem detectar o toque humano com câmeras internas e diferenciar entre um cutucão, um golpe ou um abraço. A tecnologia pode levar a uma melhor comunicação não verbal entre humanos e robôs.

Guy Hoffman e seus colegas da Cornell University, em Nova York, criaram um protótipo de robô com pele de náilon esticado sobre um andaime cilíndrico de 1,2 metros de altura no topo de uma plataforma sobre rodas. Dentro do cilindro está uma câmera USB comercial que é usada para interpretar diferentes tipos de toque no náilon.

A equipe construiu um grande banco de dados a partir de imagens de câmeras de humanos, fazendo uma das seis interações com …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *